Mais uma vez se aproximava um grande evento. Foi aqui que tudo começou para mim. À cerca de três anos, o bichinho tinha despertado no primeiro “The Timers”, quando sem motivo aparente, resolvi lá ir sozinha. A vida é mesmo assim, feita de pequenos instantes de insanidade, que na verdade muitas vezes são o início de uma nova fase da nossa vida. Encontrava-me de férias na semana de preparação do Timers, e a Maria tinha-me desafiado para dar uma espreitadela ao espaço e dar uma ajuda no que for preciso. Embora doente, nem hesitei. O destino, estava mais que escolhido, Gaia...

  Lisbon Motorcycle Film Fest Levantar foi uma tarefa complicada. A noite anterior tinha sido dura e a almofada parecia não me querer largar. Só a esperança de ter um dia brutal me fez acordar. O dia adivinhava-se triste e com ameaças constantes de chuva, mas nem isso me tirava a esperança naquele dia. 07h15 da manhã arranco para Leça. A Maria parecia estar como eu, animada, mas extremamente cansada. A viagem para Lisboa foi tranquila, rápida, e deu para pôr a conversa em dia. À Chegada o ânimo e a energia foram imediatos. Primeiro objetivo, avistar um jovem de barba de nome Hugo...

  PT Motorbeach 2018 A decisão da ida foi na última. A vontade sempre lá esteve, mas o facto de não poder ir na minha menina, ao motorbeach, levava-me a pensar que não valeria muito a pena. A Maria não podia, o que tornou a minha decisão e da Betty mais ponderada. Quinta-feira 10h, largo o carro em Ermesinde e arrancamos de mota para o primeiro spot - Chaves. A viagem foi rápida e o ânimo era notório, paramos para almoçar na casa do “Rei”, já conhecido do pessoal. Pela quantidade de motas que avistei à chegada, esta viagem só podia ser animada. Não...

  Oficialmente Foxy As vezes tomo as decisões menos óbvias e acabo por me surpreender a mim própria. Após um período complicado, estava a precisar de algo que mexesse realmente comigo. A ideia de querer andar de mota sempre esteve presente na minha vida, principalmente agora depois do acidente de carro. Mais do que nunca seria a altura ideal para ter essa experiencia. Em Junho de 2017, adquiri a minha primeira mota. Nunca tinha andado em tal coisa, e a ideia de o fazer assustava-me um pouco, mas a vontade era maior. Enquanto isso não acontecia, todos os dias andava com ela para...

    [caption id="attachment_1355" align="aligncenter" width="782"] Photo by Pedro Pedrosa[/caption]   "SLOW RIDE" Tudo na vida tem um prepósito. A “ideia” das motas não veio por acaso, na verdade foi o inicio de uma nova fase da minha vida. 2016 não terminou da melhor forma, visto que no final de novembro tive um pequeno grande azar. Um acidente de carro, suficientemente grave, que me fez repensar na vida e da mesma forma deu-me coragem para fazer coisas que sempre adiei, não sei se por receio, alguma falta de coragem ou mesmo por puro comodismo. Muitas vezes adiamos coisas que gostamos por acharmos que temos sempre...

Nos passados dias, 26 e 27 de maio, decorria um dos eventos mais interessantes, “Yamaha Experience” , no Douro Marina, Afurada – Vila Nova de Gaia. Um local belo pelas suas paisagens, sobre o Rio Douro, com vista para a nossa Bela Cidade do Porto. Um mega evento, com entrada livre, possibilitando a todos/as experimentarem os diversos produtos expostos. A YAMAHA é uma marca prestigiada e com um longo historial, no desenvolvimento e apresentação no mercado de vários tipos de produto, abrangendo três grandes divisões: MARINE, POWERED VEHICLES e MUSIC.   As Foxy Riders visitaram o evento!!! [video width="352" height="208" mp4="http://foxy-riders.com/wp-content/uploads/2018/06/video-1527857685.mp4"][/video] [video width="320" height="176" mp4="http://foxy-riders.com/wp-content/uploads/2018/06/video-1527857639.mp4"][/video] Na pessoa da...

Acordei, ouvi a chuva a bater na janela e senti o frio na ponta do nariz. Como era possível, ser a melhor “ride” do ano? A vontade de sair da cama era nula, todavia não queria quebrar a minha palavra. O meu avô sempre me disse, que “quem não tem palavra não tem nada”. Banho quente, roupa que tinha preparado da noite anterior, tudo numa base térmica, comida bem quentinha e pronta para sair de casa. Assim que me sentei na minha Harley, liguei-a, ouvi aquele som e percebi que realmente podia ser “A Melhor Ride Do Ano” já que...